Pedro Patrus

 

Ontem foi o dia em que 15 vereadores tiveram coragem de dizer que o Legislativo não vai se curvar ao Executivo!

É lamentável que outros 24 tenham agido como base passiva, muitos votando a favor do Executivo quando, se fossem agir de acordo com as suas consciências, teriam votado a favor dos servidores.

Sindibel Sindicato e o Sind-REDE estiveram aqui na Câmara, hoje, em peso, defendendo os direitos dos profissionais da educação e também dos demais servidores da prefeitura. Infelizmente, a maioria dos vereadores não quis ouvir a voz dos trabalhadores.

Votamos, em sessão extraordinária, uma subemenda ao PL 378/17 que flexibiliza direitos como férias-prêmio, licença para acompanhar familiar doente e quinquênios. Fomos vencidos, mas a luta pela manutenção de direitos continua.

Não podemos abaixar a cabeça! A luta continua sempre.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *